quinta-feira, 30 de junho de 2016

Tabuada sem decoreba!!!



                               

 Aqui no blog tem algumas ideias para trabalhar a multiplicação, atividades que levam as crianças a compreenderem o conceito e não só a reproduzirem um mecanismo.

 Esse é o passo mais importante! Não adianta ensinar as continhas se o aluno não entende o que é multiplicar.

 A tabuada é fundamental nesse processo. Há muitas formas que facilitam o aprendizado: músicas, jogos, macetes... Eu uso de tudo um pouco, mas nunca cobro a "decoreba". 

                   

 O melhor é que dessa forma as crianças acabam gravando e com o tempo param de contar nos dedos ou recorrer a tabuada escrita. 

 A motivação é fundamental, por isso sempre procuro algo divertido para ajudar.

 Dessa vez marquei no calendário o "Desafio da tabuada" e pedi para que eles estudassem em casa. 

 Comprei pirulitos, peguei umas bexigas e fomos para o pátio.

                                               

 A brincadeira era colocar uma multiplicação simples num papelzinho e colocá-lo na bexiga.

 Separei dois grupos. Os alunos precisavam ir até o circulo, estourar a bola, responder a tabuada e voltar, assim um amigo ia por vez e ganhava o primeiro ponto o grupo que acabasse na frente.

                      


 Na sala conferimos os resultados e cada resposta certa valia mais um ponto.

 No final todos ganharam pirulitos e, pouco a pouco, já tenho alunos que sabem a tabuada de cor, mesmo sem ter cobrado isso nenhuma vez!

 Uma pequena ideia que faz uma enorme diferença!



  Até mais!!!

domingo, 5 de junho de 2016

Leitura, interpretação, ortografia e artes num texto só


 Meio ambiente e preservação são temas que estamos sempre trabalhando, mas com a "Semana Nacional do Meio Ambiente" podemos intensificar o assunto e também outros conteúdos.

 A leitura que escolhi para a análise foi um texto retirado da internet: 

                              
 


 No primeiro dia fiz a leitura e pedi que, com o lápis de cor, eles marcassem alguns elementos no texto. Passava nos grupos olhando quem estava pintando certo e íamos, juntos, revisando para que servia cada sinal, onde a letra maiúscula era usada e etc.



 Registramos no caderno e também fizemos exercícios de interpretação.






 Trabalhamos com as palavras do texto e o "NH". Eles circularam, separaram sílabas, escreveram frases. Também pedi que encontrassem palavras com acento agudo e pesquisassem em outras fontes palavras com acento circunflexo. 



 No decorrer da semana fiz a contextualização do assunto. Com livros que contam a história da nossa cidade, levei as crianças a perceberem o que mudou por aqui. 


                         


 Cada aluno escolheu uma paisagem que chamou mais a sua atenção e escreveu sobre as mudanças que ocorreram nela. Quase todos escreveram a respeito da praia do Anil, que hoje é poluída.



Texto escrito por um aluno em transição, a mediação realizada com ele está na página do Facebook.

Aluno que também necessita de mediação, silábico-alfabético.

Aluno alfabético.

 Na sexta feira a tarefa foi, como a personagem do texto Isabela, desenhar as paisagens da nossa cidade, lembrando sempre a importância da preservação.


Ainda tem a Matemática, mas esse é assunto para outro post!


Obrigada por sua visita!!!