segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Desafio das continhas



                                      

 Crianças gostam muito de desafios, de competir e de toda a emoção que brincadeiras desse tipo envolvem. E quando as regras são claras, não há melhor atividade que um "desafio" para tirar algumas dúvidas.


 Chega a segunda-feira e eu logo aviso: "Essa semana tem desafio!"                                                                                                                                                                                                  E algo que é tão simples, quanto fazer continhas no chão com o giz molhado, se torna prazeroso e vira uma importante ferramenta de aprendizagem.

 As regras são fáceis: só pode começar ao meu comando, os amigos que estão de fora não podem dar a resposta e ganha quem acertar a conta, não quem acabar primeiro. A correção é feita coletivamente.

                                         

 Durante a brincadeira vou fazendo as observações necessárias e ajudando individualmente. A continha é ditada, pois dessa forma o aluno pensa sobre a representação correta do numeral e também o local que deverá ficar no quadro de valores.

                                              

                                                                                                           Claro que não deve ser um trabalho isolado, trabalhar operações matemáticas em probleminhas e de forma contextualizada é fundamental, mas as crianças encontram muita dificuldade nessas atividades senão sabem fazer a "estrutura" da conta.

 Então, utilizando um pouquinho de cada, não tem erro, é aprendizagem na certa!

 Uma pequena ideia que faz muita diferença! 


 Até a próxima!!!


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Sistema de numeração decimal

 Hoje vou compartilhar uma pequena ideia que pode ajudar os alunos a compreenderem melhor o sistema de numeração decimal.  Algumas crianças demoram um pouco mais para entender que utilizamos apenas 9 algarismos para formar todos os numerais. 

 Por isso, comecei a trabalhar com o ábaco desde que voltamos das férias. Os alunos ficaram bem interessados e aprenderam rapidamente a usá-lo. 


 No entanto, sabemos que é abstrata a ideia de um mesmo numeral ter um valor diferente e também um nome, dependendo de onde  está. Assim, depois de trabalhar de algumas maneiras o conceito de unidades, dezenas e centenas, fiz um jogo com a turma.



 Utilizei tampinhas como material de contagem e cada aluno fez o quadro de valores na folha de ofício, bem simples, mas bem divertido!



 Trabalhei em grupos, mas cada aluno tinha o seu material para representar os números que eram falados por mim. Eles iam pensando, um ajudava o outro e só ao final do tempo dado é que eu colocava a resposta escrita com algarismos no quadro.


 Dessa forma, o que eles tinham antes era a forma falada do numeral, eles precisavam refletir sobre a quantidade de tampinhas e a "casa" ou ordem em que deveriam posicioná-las. 


 Quando ditei o numeral 10, muitos alunos repensaram suas ideias. Tiveram dois modelos de representação e pude trabalhar novamente o conceito do valor posicional, afinal a tampinha vale 10 quando está na casa da dezena.

                        

 O legal desse jogo é ir fazendo a intervenção a cada rodada e vale a animação: contar tempo, colocar as mãos para cima quando acabar, etc. A empolgação é um ponta pé para aprendizagem.



Simples e muito bom para tirar dúvidas e consolidar conceitos! Vale a pena fazer!!!

Até a próxima!