sábado, 4 de abril de 2015

Alfabetizando com receitas I

Brigadeiro de colher

    Durante as últimas semanas trabalhei os sentidos com os alunos, à cada dia falávamos um pouco sobre o assunto, intercalando com outros conteúdos. Acredito que é mais fácil assim do que trabalhar determinado assunto uma única vez e pronto. As crianças aprendem de maneiras diferentes, em ritmos distintos, e por isso necessitam de estímulos diferenciados.
     Estava à procura de um livro para introduzir o assunto, e lembrei dessa história:


    Fiz a leitura com eles e propus uma produção de texto individual, trabalhei o som do "CH" e iniciei uma conversa sobre os sentidos. 
  No outro dia um dos alunos leu sua produção para a turma, trabalhei o conteúdo dos sentidos no quadro, com o nome e função de cada órgão e fizemos um cartaz. 



    
    Então surgiu aquela imagem do brigadeiro, na parte do cartaz que representava o paladar e  as crianças não pensaram mais em outra coisa. Surgiu a ideia: - Vamos fazer brigadeiro? A resposta unânime foi: - SIM!!!
    Marquei com eles no calendário um dia da outra semana para fazermos a receita e foi o que aconteceu.
   Antes de chegar o dia marcado, fizemos outras atividades relacionadas ao assunto: em folhinhas, no livro e assistimos uma peça do 5ºano, representando a leitura do Chapeuzinho Borbulhante. Eles estavam trabalhando o tema também. Lá na escola é assim, uma turma sempre apresenta peças, exposições e palestras para as outras, numa forma de compartilhar e consolidar a aprendizagem.





     A semana passou, mas a ansiedade do brigadeiro não... 
     Começamos o dia lendo este livro:


   E depois foram só risos, caras e bocas estranhas e muita diversão. Levei alguns alimentos para sala, vendei os alunos e eles tinham que descobrir o que era cada um. O gengibre ninguém acertou...



   Chegou a hora tão esperada. Cada um fez sua parte na preparação. E o dever no quadro nem foi problema, fizemos uma produção coletiva da receita e alguns probleminhas envolvendo os brigadeiros. Nunca fizeram o dever tão rápido!



       Passei a receita para o cartaz e no dia seguinte a aula começou com ela, fizemos a análise e trabalhei durante a semana o "BR" nas palavras (no quadro, no alfabeto móvel, em forma de desafio). Depois,  fui trabalhando outros encontros consonantais do R. 






    Resultado: Trabalhei vários conteúdos, alguns alunos silábicos já estão em transição, treinamos a ortografia, houve participação de todos e mesmo dando um trabalhão eu também me diverti.

    Semana que vem vamos fazer sopa de letrinhas...
    Até a próxima!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário